Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Resumo...

[clicar na imagem para ver melhor]

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

10ª São Silvestre de Lisboa.


Sábado à tarde nas belas e iluminadas ruas de Lisboa, a Magnífica, juntei-me à grande festa que é a São Silvestre de Lisboa e dei por terminado mais um ano de corridas...em 2018 há mais.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

2ª São Silvestre de Almada.

Na gélida tarde do passado sábado, dia 16 de dezembro, decorreu a 2ª São Silvestre de Almada, prova organizada pelo CAAPP-Clube de Atletismo Amigos do Parque da Paz em parceria com a Associação Desportiva O Mundo da Corrida de Almada e apoio da Câmara Municipal de Almada.
Esta São Silvestre de Almada teve pontos francamente positivos:
Padrinho da prova-Domingos Castro;
Os treinos de preparação;
O direito a visitar gratuitamente a Fragata D. Fernando II e Glória durante o dia de sábado;
A evocação de Analice;
O crescimento do número de atletas classificados na meta (602 este ano, 505 na edição inaugural de 2016).
Na minha modesta opinião teve como ponto menos positivo, o desenho do percurso, sendo que a prova de 10 quilómetros com partida e chegada junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Cacilhas percorreu na fase inicial as avenidas do eixo principal de Almada tendo os atletas nessa fase a companhia das luzes natalícias e de pessoas, para numa segunda fase a prova decorrer quase por inteiro no interior das instalações da base naval do Alfeite passando os atletas a ter como companhia o escuro da noite e a quase ausência de pessoas. Sendo a prova organizada pelos Amigos do Parque da Paz ficou também a faltar a passagem pelo parque.
Para mim foi a segunda de 3 e é sempre muito bom correr em casa.
A terceira será em Lisboa, a Magnífica.



domingo, 3 de dezembro de 2017

1ª São Silvestre de Corroios


Na manhã bonita mas bem fria deste domingo realizou-se a 1ª São Silvestre de Corroios, uma das provas do troféu de atletismo do Seixal, prova com 10 quilómetros com partida e chegada no Parque da Marialva, o local onde habitualmente treino, local à beirinha da nossa casa.
Foi uma prova bastante participada e bem organizada mas acima de tudo era uma prova a que não podia faltar, muito bom sempre correr nos locais aos quais estamos ligados, muito bom mesmo.
A minha próxima São Silvestre será mais uma com sabor especial, correr nas ruas onde cresci...Almada.


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

41ª Meia Maratona de São João das Lampas.

Tudo começou em 1977, numa experiência de "longa distância", nunca dantes vista nas terras saloias: uma prova de atletismo, na distância de 21 km, medida no conta-quilómetros do "mini" do Zé e que, veio a saber-se 15 anos depois, afinal só tinha 20 Km!. Curiosamente, serviu de base de trabalho para o primeiro curso de medidores oficiais promovido pela FPA e, claro, aproveitou-se a oportunidade para acertar a distância.
Estamos agora em 2017 ! O calendário não nos deixa mentir. Passaram mesmo 40 anos ! 40 anos em que no mês de Setembro, S. João das Lampas foi sendo palco de uma competição modesta mas que, com paciência, foi ganhando credibilidade e carinho por parte dos atletas, dos patrocinadores e da população de S. João das Lampas.
No próximo dia 9 de Setembro, às 17 horas, irá para a estrada a 41ª Edição da Meia Maratona de S. João das Lampas, a 2ª prova mais antiga na distância do calendário nacional.
Não sabemos se iremos ter muitos atletas. Mas os que optarem por estar connosco poderão contar com a nossa vontade de sempre em fazer uma prova que, à imagem das anteriores edições, seja do agrado geral.
Porém, pela 1ª vez na sua longa história, a organização irá estar privada de um dos seus elementos-chave, o António Tomé que, poucos dias após a realização do último Trilho das Lampas nos deixou subitamente. Por sabermos bem o quanto ele foi dedicado a este projecto de que tanto se orgulhava, iremos, em sua honra, reforçar o nosso empenho para que tudo saia bem, como ele gostaria que acontecesse. Para ti, Amigo Tomé, esta 41ª Edição da MMSJL é tua.
Fonte: site da prova  

E está escrita mais uma página da que é a 2ª meia-maratona mais antiga do país, também uma das mais duras das provas de estrada que por cá se realizam…
Deste 2017 ficará para essa história mais uma bela edição da meia maratona que durante anos foi temida por muitos e apelidada de meia das rampas…
Ficará também decerto para essa história ter sido a edição em que o mestre Fernando Andrade também voltou a correr a "sua" meia, um dos obreiros desde a primeira hora desta prova, o seu director e o rosto mais visível de uma grande equipa que ano após ano construíram a história desta grande meia.
Este ano completaram a prova 440 atletas com bastantes pessoas ao longo do percurso, algo habitual nesta prova.
Estive lá completando a prova pela 11ª vez em 10 anos de participações (1997-2017). Para a equipa de voluntários um grande obrigado, para o mestre aquele abraço.



quarta-feira, 30 de agosto de 2017


O evento 10ª Corrida dos Moinhos de Penacova, prova integrada no Circuito Nacional de Montanha 2017, que decorreu durante o passado domingo, dia 27 de agosto, foi composto por 2 provas competitivas, um Trail com 21km (D+ 990 m) e um Mini-Trail com 12,6 km (D+ 670 m), bem como uma caminhada com 10 km não competitiva.
As 2 provas competitivas tiveram as linhas de partida na margem direita do rio Mondego e as linhas de chegada no areal da Praia fluvial do Reconquinho, na margem esquerda do Rio Mondego, após a passagem da ponte pedonal.
A organização esteve a cargo da Câmara Municipal de Penacova, teve a colaboração da Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada e Terras de Aventura.
Resumidamente os percursos tiveram uma acentuada subida inicial, em direção à zona histórica de Penacova, e posterior descida à Quinta da Ribeira, pela escadaria de acesso a esse local, seguindo-se alternância de subidas e descidas percorrendo trilhos pedestres, veredas, caminhos e estradas municipais que levaram os participantes a passar pela Ribeira da Presa, Ponte da Galiana, fornos de cal de Casal de Santo Amaro, núcleo de moinhos de vento de Gavinhos, Espinheira, núcleo de moinhos da Portela (ponto mais elevado do percurso - 476 metros), moinho do Aviador, Ponte e Quinta da Ribeira, ponto a partir do qual os atletas efetuaram o percurso inicial, em sentido contrário até à meta.

Em fase final do nosso período de férias resolvi aliar a um fim de semana na zona de Coimbra uma participação no evento, em concreto na prova de 21 km, fiz toda a prova em ritmo bastante confortável e desfrutei bastante da beleza do percurso. Gostei da prova que foi muito bem organizada, do percurso durinho e da marcação 5 estrelas.


Tarde de sábado (Soutelo) - eu, Vivi, Isabel, a minha irmã Ana e o meu cunhado Manuel

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ultra Trilhos Rocha da Pena 2017.



 O evento Ultra Trilhos Rocha da Pena 2017 que decorreu durante o dia 13 de agosto foi composto por 3 provas: Ultra Trilhos com 48km e D+ 2260 m, Trail longo com 24 km e D+ 1200 m e Trail curto/caminhada com 16 Km e D+ 850 m.
A organização esteve a cargo da ATR - Associação Algarve Trail Running, teve a colaboração da ACS - Associação Cultural de Salir e da Secção de Mototurismo da ACS e contou com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, Junta de Freguesia de Salir e União de Freguesias Querença/Tôr/Benafim.
Todas as provas tiveram as linhas de partida e de chegada no complexo desportivo de Salir.

A marcar o nosso inicio de férias por terras do "Algarve" decidi participar no evento tendo optado por participar na prova de distância intermédia, a de 24 km.
Os primeiros 20 quilómetros da prova correram dentro do esperado, sempre em ritmo confortável e a desfrutar da prova, inesquecível correr lado a lado com as cabras que a dada altura seguiram junto com os atletas, depois comecei a sentir bastante o efeito do calor e os últimos quilómetros não foram fáceis sendo que após a "subida da morte" e após alguns minutos de recuperação à sombra lá segui para o último quilómetro e meio que faltava até à meta...
Após cortar a linha de chegada resto de dia passado na piscina do compexo de Salir, excelente inicio de férias por terras do "Algarve" e muita vontade de repetir para o ano.